Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Artigos e Publicações > VOCÊ SABE O QUE É ANÁLISE DO CICLO DE VIDA DOS PRODUTOS?
Início do conteúdo da página

VOCÊ SABE O QUE É ANÁLISE DO CICLO DE VIDA DOS PRODUTOS?

Publicado: Quarta, 26 de Julho de 2017, 19h15 | Última atualização em Quarta, 26 de Julho de 2017, 19h28 | Acessos: 160

 

Quando falamos em sustentabilidade, ACV significa Análise do Ciclo de Vida (em inglês  Life Cycle Assessment – LCA). A ACV é uma das ferramentas mais modernas desenvolvidas para a gestão ambiental estratégica, pois contribui com informações muito importantes que facilitam  a tomada de decisão pelos gestores das organizações.

Essa ferramenta permite que empresas e organizações avaliem a sustentabilidade de seus produtos, serviços e ações, tendo em conta os impactos ambientais ao longo de seus ciclos de vida, ou seja, são contabilizados o uso de recursos, a geração de emissões para o meio ambiente e contaminações possíveis,  desde a extração das matérias-primas, passando pela manufatura, pela fase de uso, até chegar a sua destinação residual final.  Através da análise desses dados,  as empresas tem condições de decidir quais estratégias e meios  adotar para a redução dos impactos ambientais gerados por seus processos produtivos e resíduos finais após o consumo/uso dos seus produtos.

 Histórico

 A Análise do Ciclo de Vida teve seu início na década de 60 e foi impulsionada pela crise do petróleo da década de 70, como uma ferramenta para analisar opções para redução de custos operacionais relacionados ao consumo de energia e de matérias-primas de processos produtivos, com o objetivo de buscar fontes alternativas ao uso de combustíveis e materiais de fontes fósseis. Nas décadas de 80 e 90, a ferramenta evoluiu para uma avaliação mais completa, com a inclusão de modelos econômicos e de impactos ambientais. Atualmente, também podem ser incluídas as variáveis sociais, formando assim os três pilares da sustentabilidade.

A metodologia de ACV é regulamentada pelas normas ISO 14040 e 14044, enquanto a avaliação dos impactos sociais e dos custos do ciclo de vida (Life Cycle Costing) estão fundamentadas nos conceitos e princípios do Guia do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (UNEP) e da Sociedade de Toxicologia e Química Ambiental (SETAC), respectivamente.

 Como é utilizada

 A Avaliação do Ciclo de Vida é apontada como a melhor ferramenta de gestão ambiental para identificar e gerenciar as principais fontes de impacto dentro da cadeia produtiva. Também contribui para a inclusão da variável ambiental no planejamento estratégico das empresas, pois permite a elaboração de indicadores ambientais, evidencia pontos de atuação e facilita o acompanhamento das ações de mitigação e redução dos impactos.

 Do ponto de vista empresarial, a ACV é aplicada em:

  • Desenvolvimento de produtos mais sustentáveis
  • Avaliação estratégica de produtos frente a concorrentes
  • Análise de alternativas para redução de impactos dentro da cadeia de valor
  • Maior conhecimento do processo produtivo
  • Gestão da cadeia produtiva
  • Atendimento às exigências de mercados interno e externo
  • Atendimento às leis e políticas ambientais (ex: Política Nacional de Resíduos Sólidos)
  • Melhoria da imagem do setor frente à sociedade (Marketing verde)
  • Elaboração de relatórios de sustentabilidade (ex: Global Initiative Reporting – GRI)
  • Criação de rótulos ambientais (ex: Declarações Ambientais de Produto – DAP)

 

Do ponto de vista governamental, a Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) é vista como um critério diferencial nas licitações para aquisição de serviços e produtos pela administração pública e como um instrumento para o cumprimento de aspectos legais e metas de redução de impactos ambientais.

Por: Daniel M. Campos

Fonte: blog.enciclos.com.br - com adaptações

registrado em:
Fim do conteúdo da página